Após a decisão de comprar um Golden Retriever, que deve ser tomada com muito critério, começa o passo de escolher o canil e o filhote mais adequado para o seu perfil.

A princípio você deve avaliar se quer um cão para companhia (pet) ou se pretende continuar a criação, seja por conta própria ou em parceria com algum canil. No caso do seu objetivo ser continuar a criação, deverá buscar um filhote show quality e levá-lo a exposições, com o intuito de checar se o exemplar realmente se adequa aos padroes da raça e se está apto a reprodução.

FilhotesA diferença entre um filhote de Golden Retriever e um filhote show quality não são necessariamente grandes. É possível ter um excelente exemplar, digno de títulos de exposição, como pet e ter um cão sem grandes qualidades sendo um cachorro de exposição (claro que será difícil ganhar muitas). Em ambos os casos o seu filhote de Golden Retriever lhe enxerá de alegrias e será um fiel companheiro por muitos anos.
Todos os filhotes, de todas as raças (e também os SRD), são lindos! É só olhar para um que nos apaixonamos! No Golden Retriever isso é ainda mais perceptível. Todos os filhotes de Golden Retriever são maravilhosos e costumam se destacar de quaisquer outras raças. Por isso, muitas pessoas compram um filhote de Golden sem avaliar bem se a raça é adequada para sua família ou se realmente se trata de um bom filhote. O filhote de Golden Retriever é uma linda bolinha de pêlo dourada e mesmo suas faltas não costumam ser notadas na tenra idade. Em outras raças, filhotes atípicos são percebidos com mais facilidade. No Golden Retriever isso não acontece. Soma-se a isso a expressão doce e a carinha de “quero colo” e pronto… Levamos qualquer filhote de Golden Retriever sem pensar muito.

 

A seguir, daremos algumas dicas para que você faça uma boa escolha de filhote de Golden:

O primeiro passo é sempre escolher um canil confiável: converse com vários criadores, visite seus plantéis, veja aqueles que mais se destacam nas exposições mas não olhe somente para isso. É importante que você sinta empatia com os criadores pois ali se inicia um relacionamento também com os donos do canil através do qual você comprará seus filhotes. Eles devem ser solícitos, tirar suas dúvidas e estarem prontos para ajudá-lo no futuro;

 

Achou o canil ideal e chegou o grande dia de escolher seu filhote? Então vamos lá:

1 – Como todo filhote de Golden Retriever é lindo, comece procurando pelos defeitos, não pelas qualidades;

2 – Avalie a cabeça do animal: o correto é que o filhote tenha crânio e focinhos largos, com stop bem definido.
O stop é a junção entre a testa e o focinho. A cabeça não deve ser leve (estreita) e o stop não deve ser contínuo,
pouco marcado. Ou seja, é importante perceber bem a divisão entre a testa e o focinho;

3 – As orelhas devem ter a inserção correta, mais ou menos na altura dos olhos e tamanho médio: nem muito curtas, nem muito longas. Esticando a orelha para frente, na lateral do focinho, ela deve passar os olhos, podendo chegar até a metade do focinho. Se ela encostar no nariz o tamanho está incorreto (comprida demais). É normal porém que os filhotes de Golden Retriever entre 3 e 9 meses apresentem orelhas desproporcionais, pois é a fase de crecimento mais rápida, onde o Golden fica diferente mesmo;

4 – O nariz correto é preto. Toda pigmentação do Golden Retriever deve ser escura. É normal que os filhotes nasçam com pigmentação rosada mas isso deve mudar a partir dos 15 dias de idade;

5 – Assim como o nariz, é altamente desejável que os olhos sejam também escuros (marrom escuro). Olhos claros demonstram falhas de pigmentação. Os olhos devem ser afastados uns dos outros e terem formato amendoado, porém sem excesso (não ficando tão puxados dos ladinhos);

6 – O dorso superior deve ser reto, nem ascendente nem descendente. Ou seja, olhando o filhote de lado deve-se ver uma linha reta em cima, sem arqueamento para cima ou para baixo;

7 – As patas da frente devem ser paralelas entre si, com os pés apontando para frente e não para fora nem para dentro. As pernas corretamente afastadas também demonstram um antepeito correto;

8 – Já na análise das patas traseiras deve-se checar a angulação pois Goldens devem ser bem angulados, as patas traseiras também são paralelas entre si e não devem formar jarretes de vaca (quando os calcanhares se aproximam, virando os pés para fora);

9 – Outra dica legal é começar a analisar o filhote de Golden Retriever de baixo para cima. Comece pelos pézinhos e vá subindo. Já que a carinha é mesmo irresistível, talvez essa análise funcione melhor.

 

Boa sorte com a escolha do seu filhote de Golden Retriever e não esqueça de cuidar muito bem dele!